image

O início de semana começou dourado para o Brasil, com duas medalhas de ouro inesperadas conquistadas por Thiago Braz, no salto com vara, e Robson Conceição, no boxe. Nesta quarta-feira, a ‘surpresa’ positiva pode acontecer no hipismo.

Após os bons resultados em Atlanta-1996 e Sydney-2000, com as duas medalhas de bronze no salto por equipes, culminadas com o inédito ouro de Rodrigo Pessoa em Atenas-2004 no individual, o Brasil passou as duas Olimpíadas seguintes na irrelevância no hipismo.

Agora, saltando em casa, a equipe brasileira, composta por Doda Miranda, Pedro Veniss, Stephan Barcha e Eduardo Menezes, teve grande apresentação no primeiro dia de disputa da competição e chega à final desta quarta-feira empatada na liderança com Alemanha, Holanda e Estados Unidos.

No futebol, será a vez de Neymar e companhia tentarem a classificação à final do torneio de futebol em busca do inédito ouro olímpico, algo que a seleção feminina de Marta falhou em fazer na véspera, também no Maracanã, onde foram eliminadas pela Suécia.

No vôlei de praia, o sonho da final 100% brasileira no torneio feminino foi por água abaixo com a derrota de Larissa e Talita nas semifinais. A quarta-feira, porém, será emocionante para o público carioca nas areias da Arena de Copacabana e pode ser dourada.

As próprias Larissa e Talita abrem a noite de disputa com a decisão da medalha de bronze contra as americanas Walsh e Ross. Logo em seguida, Ágatha e Bárbara buscarão o ouro contra as alemãs Ludwig e Walkenhorst.