0qiuy0hr5z6pr2eau8bmrsof5

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) afirmou nesta sexta-feira (29) que o preço do etanol hidratado nos postos brasileiros caiu em sete Estados, mas, subiu no Distrito Federal (DF) e em outros 17 Estados do País nesta semana.

O único local que teve o valor mantido foi Santa Catarina. A ANP não informou a referência para o Amapá.

Já no período de um mês, os preços caíram em 17 Estados e no Distrito Federal, subindo em outros oito, também sem considerar os dados do Estado do Amapá. No último levantamento, a agência relatou a alta em 12 Estados do País.

No principal Estado produtor e consumidor do etanol hidratado, São Paulo, o litro está valendo R$ 2,21, com a alta de 0,051% na semana. Se for considerado o período de um mês, houve desvalorização de 2,84% do preço do combustível no estado paulista.

Ainda de acordo com os dados revelados pela ANP, na semana, a maior alta ocorreu no Estado de Alagoas (sendo de 2,24%), e o maior recuo foi de 0,67%, no Maranhão. Considerando-se o período de um mês, o preço do combustível subiu mais na Bahia (4,68%) e teve recuo mais relevante no Piauí (4,18%).

Em todo o País, o preço mínimo registrado para o etano hidratado é de R$1,849 o litro, em São Paulo, e o maior valor foi encontrado no Rio Grande do Sul, por R$3,999 o litro. Na média, o menor preço também está em São Paulo, R$2,221 o litro, e a maior média foi encontrada no Estado de Roraima, R$3,72 por litro.

Etanol X Gasolina

Segundo os dados da agência nacional, que foram reunidos pelo AE-Taxas, o etanol deixou de ser competitivo com a gasolina, nesta semana, em Goiás. Agora, o preço equivale a 70,38% em relação ao derivado do petróleo.

Em contrapartida, o etanol foi mais vantajoso nos Estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná e São Paulo. Em MT, a relação entre as duas opções é de 66,93%; em MG, de 68,25%; em SP, de 64,79%; e no PR, foi de 69,82%.

Em São Paulo, a gasolina tem cotação média de R$ 3,428 o litro, enquanto o etanol hidratado, de R$ 2,221 o litro.

O biocombustível tem a menor vantagem no Estado de Roraima, onde a relação de preços equivale a 95,57%. Nos outros Estados do País, a gasolina continua a ser mais vantajosa em relação ao etanol. A relação é favorável ao etano quando está abaixo de 70%.

As informações são do Estadão Conteúdo