destaque_iPOkAjhvrimtDUg

Determinação, coragem e autoconfiança são fatores decisivos para o sucesso. Com esses adjetivos podemos definir o percurso dos 56 alunos da UFMA que receberam grau de primeira licenciatura em Pedagogia pelo Programa de Formação de Professores da Educação Básica do Plano de Ações Articuladas (Profebpar), integrado ao Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), neste sábado (16), no município de Humberto de Campos, a 178 quilômetros de São Luís.

A cerimônia de Colação de Grau, marcada por muitas emoções, foi presidida pela professora do Departamento de Educação I, Vanja Maria Dominices Coutinho, que fez uma retrospectiva dos seis anos do curso. “Ansiedade depois da inscrição, alegria após a classificação, sonos perdidos na realização de atividades, debates nas aulas e viagens nos finais de semana lembram a trajetória de vocês. Agora é preciso ultrapassar os muros da Universidade e socializar os conhecimentos. Não vivam só no discurso. Materializem-no na ação pedagógica de vocês”, aconselhou os formandos.

Já a paraninfa, professora do Departamento de Educação II, Valdenice de Araújo Prazeres, afirmou que a iniciativa abriu precedente para a melhoria da educação do município. “Esta colação de grau da qual participamos hoje, marcando a presença da UFMA neste município, coloca a possibilidade de um exercício profissional docente que concorra para a melhoria no quadro de acesso, permanência, participação e sucesso de crianças, jovens e adultos nas escolas da região”.

Para a oradora oficial da turma, representando todos os formandos, Tania Maria Caldas Lopes, além da perspectiva profissional, esta formação é também um sonho pessoal e familiar. “Antes de me formar, confesso que eu não me sentia qualificada. Agora me sinto bem preparada para dar uma boa educação e instruir meus alunos adequadamente. Portanto, esta formação é de grande importância para minha vida particular, familiar e principalmente profissional, porque ela vem contribuir muito para a minha atuação enquanto professora”, declarou.

Tania Maria também pediu aos colegas formandos para que eles não parem só na graduação, que façam pós-graduações. “Foi difícil a trajetória. Não foi fácil, mas quando a gente alcança aquilo que almeja é gratificante compartilhar com nossos alunos, familiares e amigos. Por isso, vamos continuar a estudar”, analisou.