Na manhã deste domingo (22), um auxiliar de segurança penitenciária, identificado como Alberto Luís Pinheiro Diniz, foi assassinado a tiros, na BR-135, no bairro de Pedrinhas, em São Luís.
A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). De acordo com a Seap, Alberto Luís atuava como servidor no Circuito Fechado de TV (CFTV) do Complexo Penitenciário São Luís e ele foi morto fora do ambiente de trabalho, quando não prestava expediente.
De acordo com populares, o auxiliar de segurança penitenciária tinha saído do Complexo de Pedrinhas, pilotando uma motocicleta, quando foi surpreendido por criminosos que dispararam diversos tiros na região da cabeça e do tórax.
Alberto Luís Pinheiro Diniz morreu no local. A Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) já está investigando o caso, e as forças de segurança foram acionadas para localizar e prender os autores do crime.
Com essa morte, chega a três o número de agentes penitenciários assassinados na Grande Ilha, além de duas tentativas de homicídio. (Fonte: Imirante)