A defesa do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha solicitou à Justiça que o emedebista cumpra o resto da pena em casa e deixe o presídio Bangu 8. A alegação é que, o ex-deputado de 61 anos, está doente e sofre de “lesão aneurismática cerebral”.
A decisão ficará a cargo do juiz da Vara de Execuções Penais, Rafael Estrela. Cunha foi autorizado no início do ano pela Justiça Federal do Paraná a ser transferidoo Complexo Médico-Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, para Bangu, no Rio. O objetivo foi que ele cumprisse o resto da pena mais perto da família.
Segundo informações de Lauro Jardim, do O Globo, foi solicitado um laudo médico elaborado pela Secretaria de Assistência Penitenciária (Seap), para determinar se Eduardo Cunha está realmente doente e se o órgão tem condições de oferecer o tratamento adequado. (Por: Antonio Cruz/ Agência Brasil)