O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou, nesta sexta-feira (22), que as novas carteirinhas estudantis digitais serão lançadas na próxima segunda-feira (25). Chamada de ID Estudantil, a iniciativa foi criada por meio de uma MP (Medida Provisória) publicada pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido) no início de setembro.
A medida acontece em ofensiva contra entidades estudantis como a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Nacional dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos(ANPG). O documento é a principal fonte de renda dessas organizações, que cobram cerca de R$ 35 por sua expedição.
Segundo o governo, o documento poderá ser baixado de forma gratuita pelo celular e o estudante poderá utilizá-lo para ter acesso à meia-entrada em shows, teatros, cinemas e demais atividades culturais. (Com informações do Uol)