O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira que o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa se aproximar mais dos políticos nas negociações com o Congresso pela aprovação da reforma da Previdência, e disse que se o texto não for aprovado o Brasil voltará a um passado “que ninguém merece”.
“Até hoje não conseguimos mostrar por que a necessidade é urgente de aprovar a reforma da Previdência”, disse Maia durante seminário sobre a reforma da Previdência, na Fundação Getulio Vargas.
Segundo o presidente da Câmara, Guedes tem “aprendido rápido” a fazer política, mas ainda precisa se aproximar mais.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482