A Delegacia Especializada da Mulher de Rosário, coordenada pela Delegada Natália Porpino, cumpriu na manhã de hoje mandado de prisão preventiva em desfavor de Valdivan Ferreira de Assunção, pela prática de favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de vulnerável contra a própria filha, de 14 anos de idade.
Ressalta-se que a menor supostamente também estava sendo explorada pela madrasta, a qual foi presa, em cumprimento a mandado de prisão preventiva no dia 22.11.2018. A título de conhecimento a menor era obrigada a se prostituir as vezes pela quantia de R$ 10,00 para sustentar a dependência química do pai e madrasta.
Após sete tentativas de captura, na manhã de hoje o preso ofereceu grande resistência à prisão, sendo necessário a utilização da força necessária do delegado e policiais civis, que sofreram escoriações e Socorro.
O preso será encaminhado a Unidade Prisional de Rosário — UPR, ficando à disposição da Justiça local.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482