Dois adolescentes encapuzados entraram na Escola Estadual Professor Raul Brasil, localizada em Suzano, a cerca de 50 km de distância de São Paulo, e abriram fogo contra crianças e uma funcionária do local. O ataque ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira (13). Ao menos 30 disparos foram feitos.
Segundo informações preliminares, dez pessoas teriam morrido, entre elas cinco crianças (quatro meninos e uma menina), funcionários da escola e os dois atiradores, que cometeram suícidio. Dois mortos ainda não foram identificados. Não se sabe a motivação do atentado.
Informações da equipe médica no local são de que há ao menos outras 15 pessoas feridas, mas não ficou claro quantas seriam crianças ou funcionários. Elas foram levadas para os prontos-socorros Santa Maria e da Santa Casa.
Todo o efetivo do 32º Batalhão da Polícia Militar de Suzano foi destacado para ir até o local. As equipes da Guarda Civil Metropolitana, Corpo de Bombeiros e do Samu foram enviados à escola. A instituição foi isolada pela polícia e há muitos alunos e funcionários chorando ao redor.
Dentro da escola, a polícia encontrou um arco e flecha e garrafas que aparentam ser coquetéis molotov. Há, ainda, uma mala com fios, motivo pelo qual foi convocado o esquadrão antibombas.
A escola oferece ensino fundamental e médio, além de um centro de estudos de língua, e tinha aproximadamente 700 alunos.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482