Comunidades inteiras estão às escuras e sem reparo da rede de energia elétrica em virtude dos ataques ocorridos no Ceará desde a madrugada da quarta-feira (2). Criminosos destruíram as lâmpadas de iluminação pública na periferia de Fortaleza e danificaram a rede elétrica. Sem segurança, os veículos e funcionários da Enel, distribuidora de energia no Estado, não conseguem fazer a manutenção.
No Conjunto Jardim União, em Fortaleza, os moradores estão sem energia elétrica nas ruas e nas casas desde terça-feira (8).
O mesmo ocorre na Rua Submarino, no Bairro Bom Jardim; além da falta de energia elétrica, os postes estão em curto-circuito, de acordo com os moradores. A Enel suspendeu o atendimento à população após ter 11 carros incendiados durante os ataques iniciados no Estado, quando criminosos passaram a incendiar ônibus, transportes escolares, veículos de prefeituras, prédios públicos e estabelecimentos comerciais na capital e no interior. (Diário do Nordeste)