Depois de entregar o cargo de treinador a diretoria do Sampaio Corrêa, o técnico Marcinho Guerreiro retroagiu da ideia e resolveu permanecer na equipe. A decisão foi retomada após uma conversa com o presidente do clube, Sérgio Frota, que não aceitou o pedido de demissão de Guerreiro.
Treinador e presidente, desde o vestiário após a derrota para o Goiás, passaram a noite em reunião. Depois da demorada conversa, a decisão foi pela continuidade do trabalho.
– Ele estava muito chateado por conta das quatro derrotas seguidas e me disse que a vontade era de entregar o cargo. Eu fiz ver a ele que ainda tem muita coisa a apreender com o futebol. Não vi nada que me fizesse o demitir e por isso ele continua sim no comando da equipe.
O mandatário tricolor ainda falou sobre a renovação de contrato que anunciou com Marcinho Guerreiro anteriormente. Frota disse que após a Série B vai ter uma nova conversa com o treinador para saber o que realmente deseja.
– Eu não sei. Eu conversei a renovação com ele, mas vamos ver o que ele vai me dizer depois desses três jogos. Vamos conversar, pois eu preciso saber o que vai me dizer depois disso – afirmou Frota.
Procurado pela imprensa novamente Marcinho Guerreiro que confirmou a mudança de decisão. O treinador foi sucinto e respondeu de forma positiva após a conversa com Frota.
– Sim. Vou ficar – disse o treinador.
O próximo compromisso de Marcinho Guerreiro e seus comandados já será neste sábado, diante do São Bento. O jogo está marcado para às 18h30 (horário de São Luís).(Afonso Diniz)