Dois vídeos supostamente atribuídos aos filhos do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) repercutiram negativamente no Facebook. Neles, dois homens fazem críticas e proferem xingamentos a nordestinos, que, segundo eles, ao votarem em candidatos de siglas de esquerda, atrapalharam a eleição de Bolsonaro em primeiro turno.
“Esses vagabundos do Nordeste votam tudo para esse Haddad. Então, por que nós fazemos parte disso? Porque não separamos dessa corja de vagabundos que quer viver de Bolsa Família, bolsa-presidiário, bolsa-drogado”, ataca um dos homens em um dos vídeos. Na segunda gravação, outro homem novamente dispara contra eleitores nordestinos. Ele afirma estar revoltado por terem ajudado a colocar Fernando Haddad (PT) no segundo turno da disputa pela cadeira do Planalto. Com isso, ele faz uma série de ponderações quanto à população do Nordeste.
“É o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de todo o país. Cerca de 20% da população, de acordo com as estatísticas, é analfabeta. Mais de 22% vivem ainda sob a ajuda do Bolsa Família”, diz. A mensagem que acompanha os vídeos ainda sugere que os dois homens sejam filhos do postulante ao Planalto pelo PSL. O que não é verdade.
Jair Bolsonaro tem cinco filhos, sendo quatro homens e uma mulher. Três são figuras públicas: Flávio Bolsonaro, eleito senador pelo Rio de Janeiro; Eduardo Bolsonaro, eleito deputado federal por São Paulo; e o vereador pelo Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro. A mensagem sugere que Carlos e Flávio tenham participado do vídeo. Pelas imagens, fica evidente que não se trata deles. Em seu Twitter, Carlos Bolsonaro desmentiu a história e alertou para que os eleitores verifiquem a veracidade de notícias.

Siga o MA+ no Facebook — Envie sua informação para o WhastApp (98) 98434-6482