Em partida válida pelas oitavas de final da Conmebol Libertadores (jogo de ida), o Palmeiras largou na frente por uma vaga nas quartas após bater o Cerro Porteño-PAR por 2 a 0, com dois gols de Borja no segundo tempo, no estádio General Pablo Rojas, em Assunção (Paraguai). Com a vantagem, o Alviverde decidirá em casa a classificação no dia 30/08 (quinta-feira), às 21h45 (de Brasília), no Allianz Parque. Se passar, o Palmeiras enfrenta na próxima fase o vencedor de Corinthians e Colo-Colo-CHI.
O Palmeiras é o time que detém a melhor da competição continental até aqui: segue invicto, com seis vitórias e um único empate, além de ser dono do melhor ataque do torneio (16 gols) e da defesa menos vazada (apenas três tentos sofridos).
O duelo marcou o retorno de Luiz Felipe Scolari em um jogo de Libertadores. Felipão é o treinador que por mais vezes comandou o clube no torneio continental (29 vezes), que mais venceu (15 triunfos) e que dirigiu o Alviverde em sua única conquista da competição: em 1999, diante do Deportivo Cali-COL, nos pênaltis, em duelo disputado no antigo Palestra Italia.
Dentro das quatro linhas, porém, Borja foi o principal nome do jogo. O camisa 9 se movimentou e fez os dois gols da vitória por 2 a 0. Vale ressaltar que o colombiano voltou a atuar pelo time no último domingo (05), diante do América-MG – antes disso, a última partida do jogador havia sido em maio (posteriormente, Borja defendeu a Seleção Colombiana na Copa do Mundo da Rússia e, na sequência, se lesionou).

Siga o MA+ no Facebook — Envie sua informação para o WhastApp (98) 98434-6482