A demissão do técnico Julen Lopetegui do comando da Seleção Espanhola não tira a equipe europeia da lista de favoritas do volante Paulinho, titular do Brasil. Em entrevista coletiva em Sochi, onde o Brasil se prepara para a estreia diante da Suíça, o jogador do Barcelona enalteceu a qualidade espanhola.
Apesar da surpresa com a saída do agora técnico do Real Madrid, o camisa 8 ainda mostra respeito com a Fúria. “Sobre a Seleção da Espanha ser uma das favoritas, com certeza, tem grandíssimos jogadores. Prefiro não me meter na saída do treinador. Falaram muitas coisas, mas eu prefiro não me meter porque temos que ficar focados na Seleção Brasileira. A Espanha é uma das favoritas, com certeza, tem jogadores de alto nível”, comentou o atleta, que também colocou Alemanha, França, Bélgica e Argentina na disputa pela taça, além da Canarinho.
Outro assunto bastante comentado na entrevista com Paulinho foi o futebol chinês, por onde ele esteve entre 2015 e 2017, com a camisa do Guangzhou Evergrande. Segundo ele, a opção pela Ásia foi para poder voltar a atuar, já que não estava sendo muito utilizado no Tottenham, da Inglaterra. “Mantive meu alto nível na China porque tinha certeza que seria observado. Fui nessa linha. O mais importante que fiz foi ter o foco de jogar, independentemente do lugar. Tinha que sair do Tottenham onde não era aproveitado”, disse, perguntado sobre a importância de Tite no retorno do volante à Seleção.
Paulinho é um dos remanescentes da Copa do Mundo de 2014, quando o Brasil terminou na quarta posição. No fatídico 7 x 1, o camisa 8 era titular de Felipão.

Siga o MA+ no Facebook — Envie sua informação para o WhastApp (98) 98434-6482